Culpa do destino


Será justo com você pensar que as coisas acontecem porque "tinham" que acontecer ou porque já estavam "traçadas"?

Acredito que não, pensar dessa maneira te coloca complacente, permissivo e totalmente acomodado nas intercorrências da vida.

Possivelmente essa forma de pensamento foi originada por experiências anteriores, oriundas de um referencial que pode estar ligado a conflitos não elaborados e formas disfuncionais de lidar com as intercorrências.

Permitir esse tipo de "filosofia de vida" pode até parecer poético e transmitir uma capacidade de aceitação das dificuldades... Mas até que ponto não lidar com as dificuldades pode realmente te ajudar a ser mais resiliente?

Questionar o sofrimento e as razões dele acontecer na sua vida é uma maneira de promover um movimento de flexibilização cognitiva, que nada mais é do que você conseguir pensar de outra maneira, avaliar o pensamento que te engessa no conflito sobre outras perspectivas mais realistas e honestas com você mesmo.

Até que ponto ceder a esse senso comum sobre o "destino" está te engessando a perceber novas possibilidades? Até que ponto a sua capacidade de enfrentamento não acaba ficando limitada, por acreditar que todo o seu caminho já está escrito e totalmente imutável?

Refletindo?

AGENDE SUA CONSULTA

Telefone: (11) 2598-1096
WhatsApp: (11) 2598-1096

ATENDIMENTO:

ON-LINE E PRESENCIAL

Rua Tabaiares, 242 - Vila Santa Teresa - Cep: 09030-360

Próximo ao Hospital Brasil e Shopping ABC