Sobre o site

 

 

Com este trabalho queremos ajudar cada leitor a perceber que, mesmo diante das dificuldades emocionais, há possibilidades de superação!

 

Nossa proposta é; produzir materiais e conceder orientação profissional que favoreçam na compreensão de que: Buscar o desenvolvimento pessoal e o cuidado com a saúde são recursos indispensáveis!

CRP 06/6715/J

 

Please reload

Artigos em destaque

 

 

 

Contato

 

 

Direcionaremos suas dúvidas:

 

(11) 2598-1096
(11) 97295-0305

 

E-mail: desenvolvendopersonalidade@gmail.com

 

Atendimentos realizados nas cidades de:

 

Santo André (SP) - Centro

São Paulo (SP) - Pinheiros

  • Wix Facebook page
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Entendendo a Co-dependência

24.11.2015

A co-dependência química é um dos temas discutidos entre os familiares que convivem com pacientes e/ou pessoas que estão fazendo uso abusivo de álcool e outras drogas. Afinal o que é co-dependência?

 

A co-dependência caracteriza-se por comportamentos não saudáveis feitos pelas pessoas do núcleo familiar em relação ao usuário abusivo de substâncias lícitas e ou ilícitas. A atenção do familiar é transferida de suas próprias necessidades e atividades, e passa a se preocupar excessivamente com o comportamento do dependente químico. As pessoas da família diretamente envolvidas têm suas dinâmicas cotidianas arrastadas em torno das drogas (licitas e ilícitas), e gradualmente abandonam seus interesses próprios.

 

A proposta do tratamento indicada pelos especialistas é a procura da restauração do equilíbrio Bio-Psico-Social. Isto é, reencontrar as necessidades individuais de todos os integrantes da família.

 

Se você se encontra nesta condição, talvez você pode estar se perguntando:

Como poderei melhorar minha própria vida?

Ora... É muito fácil transferir para o outro o “adoecido” o “inconseqüente” etc, as responsabilidades em buscar um tratamento. Mas você familiar que neste momento está lendo este post, precisa tomar uma decisão para proteger a sua vida desta armadilha, que o aprisiona no contexto doentio das inadequações do sofrimento, angústia, ansiedade, medo, entre outras emoções que lhe mantêm aprisionados nesta dinâmica de cuidar excessivamente do dependente!

 

Se dê uma chance para encontrar um caminho diferente, menos penoso e eficaz para te ajudar a vencer estas angústias, medos e mágoas que, pairam sob você. Só por hoje, você precisa tomar uma decisão. Procure ajuda profissional, um grupo mais próximo de sua região Al-Anon, Nar-Anon, Amor Exigente, enfim, faça isso por você!

Construa seu amanhã através do que você fará hoje.

Please reload