Qual a sua responsabilidade pelo seu sofrimento atual?

27.10.2015

Muito se passa pela cabeça daqueles que estão padecendo de comorbidade ou sofrimento psíquico, pensamentos do tipo: 
A culpa pelo que estou passando é de fulano, ciclano, do pai, da mãe do cônjuge, do chefe... enfim, de todos menos de quem realmente é o protagonista de todo esse enredo de sofrimento: Você mesmo!


Reforçar essa ação de depositar a culpa pelo seu sofrimento a terceiros, nunca vai te gerar o movimento necessário para enviar esforços e sair da situação conflitiva. "Já que a culpa não é minha, nada tenho a fazer, o outro que faça, eu sou apenas vítima das circunstâncias".


Por mais confortável que seja acreditar que o outro é o culpado, deve-se voltar o olhar para si e separar com justiça aquilo que é de sua responsabilidade, daquilo que é de responsabilidade do outro no seu atual momento de sofrimento. 


Essa sem dúvida é uma maneira eficaz de conseguir enviar esforços e começar a "botar a mão na massa". 
Assumir as parcelas de responsabilidades sobre a sua vida, suas alegrias e principalmente seus sofrimentos. Tarefa complicada? Talvez, a psicoterapia coloca a ciência a sua disposição.
Quem se conhece se permite a dar novos e diferentes passos.

Vamos refletir? 

Please reload

Sobre o site

 

 

Com este trabalho queremos ajudar cada leitor a perceber que, mesmo diante das dificuldades emocionais, há possibilidades de superação!

 

Nossa proposta é; produzir materiais e conceder orientação profissional que favoreçam na compreensão de que: Buscar o desenvolvimento pessoal e o cuidado com a saúde são recursos indispensáveis!

CRP 06/6715/J

 

Please reload

Artigos em destaque

 

 

 

Contato

 

 

Direcionaremos suas dúvidas:

 

(11) 2598-1096
(11) 97295-0305

 

E-mail: desenvolvendopersonalidade@gmail.com

 

Atendimentos realizados nas cidades de:

 

Santo André (SP) - Centro

São Paulo (SP) - Pinheiros

  • Wix Facebook page
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon