Sobre o site

 

 

Com este trabalho queremos ajudar cada leitor a perceber que, mesmo diante das dificuldades emocionais, há possibilidades de superação!

 

Nossa proposta é; produzir materiais e conceder orientação profissional que favoreçam na compreensão de que: Buscar o desenvolvimento pessoal e o cuidado com a saúde são recursos indispensáveis!

CRP 06/6715/J

 

Please reload

Artigos em destaque

 

 

 

Contato

 

 

Direcionaremos suas dúvidas:

 

(11) 2598-1096
(11) 97295-0305

 

E-mail: desenvolvendopersonalidade@gmail.com

 

Atendimentos realizados nas cidades de:

 

Santo André (SP) - Centro

São Paulo (SP) - Pinheiros

  • Wix Facebook page
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Você sabe como funciona o antidepressivo?

12.08.2015

Percebo muito essa dúvida atualmente, muitas pessoas tomam o medicamento e não entendem bem a função dele.
Em determinados momentos passamos por conflitos, perdas e mudanças que instauram uma inabilidade para lidar com a situação e uma consequente depressão, que dependendo do seu grau de progressão, pedirá uma intervenção medicamentosa. 


Nesse caso o médico psiquiatra te receita o antidepressivo geralmente associado a um ansiolítico.
E o que a medicação faz então? 
As células nervosas do cérebro chamadas de neurônios, não se "tocam" uma nas outras, estão separadas por um espaço chamado de sinapse. Para que as mensagens e sensações sejam transmitidas de um neurônio para o outro, elas liberam substancias químicas chamadas de neurotransmissores, que deixam uma célula e cruzam o espaço intercelular para o próximo neurônio, a "mensagem" só é transmitida se houver neurotransmissores suficientes na sinapse. 


Quando você esta deprimido os níveis de neurotransmissores são baixos, a ação do medicamento consiste em aumentar a quantidade de neurotransmissores no espaço entre as células nervosas, melhorando essa "comunicação".
É de extrema importância, associado ao tratamento medicamentoso, a psicoterapia , pois o psicólogo irá auxiliá-lo na percepção e na maneira como você irá lidar com as mesmas questões que hoje só são toleradas graças ao remédio.


Vamos pensar que não há mal que dure eternamente, nunca poderemos dar garantias de 100%, mas estar aberto ao processo, ao tratamento médico e principalmente a psicoterapia aumenta consideravelmente as chances de uma qualidade de vida melhor.

Please reload