Angústia e depressão, qual é a diferença?


Em algum momento da vida, impreterivelmente, a tal da "angústia" dará as caras. Você sabe como identificá-la? Diferente da tristeza, que é pontual, tem início, meio e fim, a angústia não. Ela tem como característica principal o incômodo que oscila entre ansioso e deprimido, com um chamado "nó na garganta", uma sensação de não saber o motivo desse desconforto, nem quando ele terá um fim. A angústia possivelmente é resultante da dificuldade em lidar com determinado conflito emocional. Ela faz com que você fique sem parâmetro e sem direcionamento para lidar com o que te faz sofrer.

A angústia pode ser passageira, mas pode progredir para um processo depressivo. A depressão, diferentemente da angústia, vem da sensação de incapacidade e inabilidade em não ter conseguido lidar com determinado conflito. E por, acima de tudo, não ver perspectivas e nenhuma condição de conseguir superar por si só o conflito inicial, gerando o processo depressivo.

A angústia não tem que, necessariamente, se transformar em um quadro de depressão. Tudo vai da sua resiliência e capacidade em conseguir perceber o momento oportuno de avaliar um auxílio externo. Muitas vezes só a ajuda do parceiro, da família e dos amigos não são suficientes para reverter esse quadro, sendo o auxílio profissional necessário.

O Psicólogo pode te ajudar a perceber o seu atual momento, identificar não só as suas limitações perante o seu problema, mas, principalmente as suas capacidades resilientes de superação e dar um novo encaminhamento vivencial.

Não se acomode no sofrimento. O "não" já é conhecido. Vamos em busca do "sim" ?

AGENDE SUA CONSULTA

Telefone: (11) 2598-1096
WhatsApp: (11) 2598-1096

ATENDIMENTO:

ON-LINE E PRESENCIAL

Rua Tabaiares, 242 - Vila Santa Teresa - Cep: 09030-360

Próximo ao Hospital Brasil e Shopping ABC