Eu e os meus relacionamentos


O que passa em seus pensamentos quando você lê as palavras: AMIZADE, APOIO, RELACIONAMENTO?

Você deve ter pensado em pessoas que você tenha algum tipo de relacionamento, sendo que estas relações pensadas provavelmente são saudáveis, te fazem bem, ou ao menos você desejaria que fosse.

Vamos fazer um exercício; te convido a parar a leitura por um minuto, e pensar nas pessoas que você possui boas relações, aquelas que você inclina uma consideração importante e/ou especial. Este exercício pode ser ainda mais prazeroso e proveitoso, se você resolver escrever o nome destas pessoas no papel, enume

rando-as (vamos lá, pense ao menos por um minuto).

Já pensou? Mas você o fez com calma? Lembre-se que a ideia é que faça um exercício que nem sempre está acostumado, e fazê-lo sem ter muita pressa seria interessante.

Se você já terminou, deve ter notado que o resultado é bem curioso não é? Você foi pensando, lembrando e percebendo que estas pessoas são de fato importantes...

Todas as pessoas pertencentes a uma rede de relacionamentos, ou a um microssistema ficam envolvidas de tal maneira, que tudo o que ocorre com um dos membros desta rede ressoa na vida dos outros (BRONFENBRENNER, 1996). O Exemplo é bem prático: Se acontecer algo com alguma pessoa da lista que você produziu (seus relacionamentos), ou se for dito alguma coisa importante por algum deles, isso poderá influenciar no seu humor, seus comportamentos e inclusive em suas escolhas mais importantes, não é verdade?!

Isto implica, em termos práticos, que uma pessoa ao estar se sentindo mal humorada, desanimada, baixa autoestima, depressiva, triste, desamparada, incompreendida e tantas outras coisas, tem a ver também com os relacionamentos que possui e sua forma particular de enfrentar as adversidades, problemas, tensões etc, que ocorrem nestes relacionamentos, sendo que o inverso, isto é, o estar tranquilo e o sentir-se bem tem a ver com o mesmo processo.

Imagino que você esteja ai lembrando-se de muitas coisas que já ocorreram com você.

Relacionar-se é próprio do ser humano, permanecer na posição do “não querer se relacionar”, definitivamente não é saudável, pois nossa personalidade se desenvolve quando estamos com os outros (ERIKSON, 1959).

O estar bem e o estar mal tem a ver com o seu estado psíquico, que se estabelece mediante um conjunto de situações (inclusive seus relacionamentos), e outras mais que nem daria tempo de citar neste pequeno texto.

PRIORIZE O TEMPO, CUIDE DE VOCÊ E DE SEUS RELACIONAMENTOS!

AGENDE SUA CONSULTA

Telefone: (11) 2598-1096
WhatsApp: (11) 2598-1096

ATENDIMENTO:

ON-LINE E PRESENCIAL

Rua Tabaiares, 242 - Vila Santa Teresa - Cep: 09030-360

Próximo ao Hospital Brasil e Shopping ABC