Sobre o site

 

 

Com este trabalho queremos ajudar cada leitor a perceber que, mesmo diante das dificuldades emocionais, há possibilidades de superação!

 

Nossa proposta é; produzir materiais e conceder orientação profissional que favoreçam na compreensão de que: Buscar o desenvolvimento pessoal e o cuidado com a saúde são recursos indispensáveis!

CRP 06/6715/J

 

Please reload

Artigos em destaque

 

 

 

Contato

 

 

Direcionaremos suas dúvidas:

 

(11) 2598-1096
(11) 97295-0305

 

E-mail: desenvolvendopersonalidade@gmail.com

 

Atendimentos realizados nas cidades de:

 

Santo André (SP) - Centro

São Paulo (SP) - Pinheiros

  • Wix Facebook page
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

3 dicas para melhorar o relacionamento com o seu filho

22.07.2015

 

A educação tem se tornado a cada dia alvo de uma crescente preocupação, hoje se faz necessário nos momentos de maior dificuldade, um planejamento por parte dos responsáveis para que se estabeleçam quais são os limites e direcionamentos a serem seguidos, é importante que todos envolvidos na educação da criança se comprometam e estejam de acordo para contribuir para a disciplina da mesma. Pensando desta maneira descrevo abaixo 3 dicas que vale sempre serem relembradas.

 

1) Se aproxime de seu filho. Esteja em contato com ele e com as mudanças que vierem acontecer com o passar do tempo e das fases de desenvolvimento, procure saber seu estilo de música favorita, quem são seus melhores amigos, quais são suas atividades de preferência etc. Separe um tempo para brincadeiras, trocas de carinho, cuidado e atenção, assim você tende a se aproximar e fortalecer a figura de mãe/pai amigo daquele (a) que se importa e tem interesse sobre sua vida, lembrando que deve ser uma troca sincera e natural.

 

2) Seja sincero com seu filho. Assim como todas as pessoas, ele também não tem bola de cristal para saber em que te desagradou ou acertou. Cada criança apreende e cria os próprios mecanismos de como lidar e desenvolver as tarefas, e é necessário que algumas coisas sejam ditas, e que você também ouça, talvez ela também te diga como e quando prefere fazer suas atividades e isto possa ser acordado por ambas as partes, um bom diálogo tem mais efeito positivo do que uma bronca ou castigo.

 

3) Coloque limites. Porém saiba que é necessário disciplina, persistência e paciência por parte dos responsáveis para cobrar as regras estabelecidas, é neste momento que os limites serão testados, surgirão as birras, choros e cara feia, porém lembre-se que você está educando e o sacrífico de melhorar a educação é uma luta diária; com o tempo a recompensa é a criação de um individuo íntegro.

 

Ressalto que o processo de educação leva tempo, e existem técnicas que podem ajudar e contribuir para o desenvolvimento do ser humano, precisamos constantemente de orientações tanto como responsáveis quanto como crianças.

Please reload